«que sentir é este sentir dos meus sentidos a sentir?»

«os sentidos são a engenharia da arte e o sentimento o projeto»

quarta-feira, 3 de junho de 2009

assim sou eu...


























Porque grito o silêncio
que me persegue na vida?
Porque oiço as palavras
que não digo ou escrevo?
Porque recorta o tempo
o papel sempre branco?
Se ao menos eu fosse corpo
teria a sombra para falar
e podia ler a minha sina
espalhada pelo chão.
Mas sou apenas alma
cativa em meus mistérios
querendo ser tudo e nada
no absinto das veste de um homem
que se cala no sonho
que sonhou ter sonhado…
E assim sou eu!

3 comentários:

António MR Martins disse...

Belíssimo poema que retrata a capacidade poética do autor em contraste com a sua sentença de apenas humano ser.
Gostei de passar por aqui...
Abraço.
António MR Martins

Lua Erótica disse...

E assim és tu... Uma alma belíssima!

Beijo doce

Vera disse...

E assim és tu... Perfeito!

Beijo

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...