«que sentir é este sentir dos meus sentidos a sentir?»

«os sentidos são a engenharia da arte e o sentimento o projeto»

sábado, 22 de fevereiro de 2014

labirinto sem saída

são os teus olhos
que me encantam com tal beleza

um negro escuro transparente
com tua alma espelhada em pureza


uma vida vivida num olhar
na verdadeira face da natureza

um jardim de flores selvagens
onde se inventaram as cores

um brilho celestial pelas margens
onde escrevi este frágil poema

um cristal translúcido
que encheu a tinta da minha caneta

num despertar perfumado
a atordoar o caos da minha vida

assim és estro de um ser apaixonado
dentro de um labirinto sem saída


2 comentários:

Love Animals disse...

Me sinto perdida no labirinto e fraca o que eu faço?

Jorge Oliveira disse...

na verdade o verdadeiro desafio dos labirintos da vida é a saída... por vezes prendemo-nos tanto dentro das paredes da nossa alma que perdemos o rumo dos nossos caminhos, onde sempre se poderá encontrar uma saída, quando mais não seja sair de um para ir por um outro caminho, mesmo que a saída desse também possa visionar-se difícil. Há que escolher: a vida é feita de escolhas; as opções que tomamos em seguir por outros caminhos irá influenciar a nossa vida para sempre, o que iremos encontrar ninguém o saberá... é esse o desafio da vida. Mas quem não tentar... quem não arriscar e ficar paralisado pelo medo de avançar... jamais saberá se poderá ser bem sucedido ou não... quando estamos fracos... devemos repousar o corpo e a alma... para em novo dia levantarmos com mais energia e retornarmos a nossa viagem...

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...