«que sentir é este sentir dos meus sentidos a sentir?»

«os sentidos são a engenharia da arte e o sentimento o projeto»

quinta-feira, 15 de janeiro de 2009

está frio, não se vê qualquer flor























está frio, não se vê qualquer flor
o branco se consome no tenor de Pavarotti
a palavra congela no hálito sagrado
de Madre Teresa
e entre um cântico e uma oração
discute a terra por uma pétala de rosa

3 comentários:

Vera disse...

Pequeno, mas grandioso!

Beijo

impulsos disse...

Hoje resolvi vir espreitar este teu cantinho e em muito boa hora o fiz, pois além de ter descoberto um belíssimo espaço de cultura e beleza,ainda pude reencontrar uma velha companheira destas andanças e que há muito tinha perdido o seu rasto...
Vi-a ali nos teus links e não em 2006, quando eu tinha um outro espaço e um outro nick.
Não resisti a ir visita-la também.É a inês dos gritos de silêncio, que reconheci de imediato e que foi das primeiras figuras com quem me cruzei nesta blogosfera imensa.
Fez-me bem passar por aqui hoje.
Obrigado!

Beijo

Ah! Se acaso não souberes, sou a cleo ali do lusopoemas...

Jorge Oliveira disse...

Eu notei logo que era a Cleo... Obrigado Cleo e Vera pelos V/ comentários
Jinhos
Jorge

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...