«que sentir é este sentir dos meus sentidos a sentir?»

«os sentidos são a engenharia da arte e o sentimento o projeto»

quarta-feira, 23 de abril de 2008

DÚVIDAS DE POETA


























Se escrevesse poemas de amor
Que grande poeta para ti eu seria
Se me exaltasse em sentimentos e emoções
Que bonitas palavras escreves, assim o dirias
Mas eu mentiria se te falasse de amor
Porque de amor nada sei
Eu mentiria em todas as palavras
Que por metáforas, versos ou sinfonias
Tentassem transcrever o que sentia
Porque as palavras sempre mentem
São palavras vaidosas e orgulhosas
Acham-se sempre capazes de se fazerem entender
Mentira, é tão grande esta mentira
Eu não tenho palavras para te dar
Lamento este desvio, mas não consigo representar
Nada consigo escrever nesta folha de papel
Como posso eu, tu, eles, nós falar de palavras
Se não sabemos se estamos a sentir ou a pensar
Ou se estamos a pensar em vez de sentir
Se tu consegues lidar com esta indecisão
Dares cor ao branco deste papel negro
Se percebes os conteúdos das palavras
Se encontras no silêncio o seu escritor
Se descobre e vês uma luz a brilhar
Se decifras os sentimentos e o amor
Peço-te, imploro-te, mostra-me o seu autor
Diz-me que as descodifique para mim
Que me mostre o seu grande mistério
Pois eu aqui nunca consigo
Acabo sempre com as mãos frias
Imploro-te uma e outra vez mais
E talvez por muito mais te voltarei a implorar
Nem por um instante hesites
Dá-me esse enigma da resposta
Mas, peço-te, por favor,
Não o escrevas com palavras

© Jorge Oliveira

Publicado no R.Letras em 23/04/2008
Código do texto: T949322
DÚVIDAS DE POETA

2 comentários:

Anónimo disse...

As palavras serao sempre palavras tenham elas sido ditas ou tenham ficado por dizer... O que sentimos impossivel descrever por palavras. Lindo o que escreves, não pares...e mais não digo.:)

Jorge Oliveira disse...

... e mais não digo. Obrigado!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...